Boa nutrição X estresse: Conheça essa relação mais a fundo!

De acordo com uma pesquisa realizada pela International Stress Management Association (Isma), o Brasil ocupa o segundo lugar entre os países com a população mais estressada do mundo, atrás apenas do Japão.

Conforme os dados levantados pelos especialistas, cerca de 70% dos brasileiros sofre de estresse

Essa situação toma contornos ainda mais graves quando observamos que a saúde é prejudicada como um todo, uma vez que uma alimentação incorreta e pouco saudável se soma a lista de fatores que provocam tanto o estresse quanto a ansiedade.

 

Relação entre estresse e a alimentação

Os altos níveis de estresse no organismo humano são provocados por fatores diversos. Dentre os quais estão a sobrecarga profissional e pessoal, baixa autoestima, excesso de álcool e fumo e uma má alimentação.

A alimentação pouco saudável pode contribuir para o surgimento do estresse, assim como o estresse pode induzir a pessoa a ter uma alimentação incorreta.

Cinco dicas para combater o estresse com uma boa alimentação

Dica 1: Evite café, sal e açúcar tanto quanto puder.

Dica 2: Consuma alimentos que apresentam boa quantidade de magnésio. Essa substância auxilia aliviando e relaxando a musculatura corporal. Trigo, arroz integral, semente de abóbora, espinafre e castanhas são ótimas opções.

Dica 3: O coco contém uma gordura benéfica chamada TCM. Ela ajuda na diminuição dos níveis de ansiedade. Além disso, tem potássio e magnésio que auxiliam no bom funcionamento do organismo ajudando até mesmo na diminuição da fadiga e do cansaço.

Dica 4: É preciso considerar que o estresse pode fazer com exista no organismo uma produção menor de serotonina e isso pode levar a um quadro de depressão. Dentre os alimentos que ajudam a produzir o neurotransmissor estão presentes o cacau, o frango e o peixes.

Dica 5: Com um alto teor de fibras, a aveia ajuda na diminuição do hormônio do estresse além de contribuir na diminuição da concentração de açúcar no sangue. Quando passamos por situações complicadas, como momentos com altas cargas emocionais, o organismo consome muito zinco e também a aveia, que é uma grande fonte desse nutriente.

É importante…

Lembrar que o estresse não tem sua origem somente em uma alimentação errada, mesmo que tudo esteja relacionado. É por isso que aos primeiros sinais o indicado é que pessoa busque por orientação médica.

Às vezes é um aspecto psicológico que interfere nos hábitos alimentares, em outras, é a alimentação uma das principais causadoras desse problema.