Dormir bem é fundamental para a nossa saúde

Um dos segredos para uma vida saudável é ter boas noites de sono. Dormir bem contribui para a melhora do metabolismo, aumenta a disposição e previne doenças crônicas.
“Uma noite de sono mal dormida pode aumentar a necessidade do corpo por insulina em até 30% de um dia para o outro. É como ter comido um prato de macarrão, levando a ganho de peso em longo prazo. Pessoas que dormem menos de 7h às vezes não se sentem cansadas com a falta de sono. Mas apesar disso, elas já apresentam alterações associadas a baixa qualidade do sono”, observou Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês.
Em pesquisa desenvolvida por cientistas da Endocrine Society, dormir pouco também pode aumentar o risco de osteoporose e de fraturas.
Se você tem dificuldades para dormir, tente acalmar a mente ao deitar, foque no corpo ou nos movimentos da respiração. Durante o sono, além de descansar, o nosso corpo trabalha para manter o equilíbrio do sistema imunológico, endócrino, neurológico e de diversas outras funções. Por isso, o sono é tão importante para nossa saúde.

Foto de uma mulher dormindo

Benefícios de uma noite de sono

Obesidade: durante o sono, o corpo produz o hormônio leptina, responsável pela sensação de saciedade. Pessoas com insônia podem sentir mais vontade de comer pela carência dessa substância. Além disso, nosso corpo queima calorias durante as horas de sono, sendo que dormir menos de oito horas pode reduzir em até 55% esse consumo.

Diabetes: dormir mal aumenta a resistência do corpo à insulina, complicando ainda mais o controle da doença. De acordo com pesquisadores da Northwestern University, dos Estados Unidos, 82% dos pacientes diabéticos que apresentam dificuldades para dormir e que tiveram seu sono monitorado apresentaram resistência à insulina.

Hipertensão: o cansaço provocado por diversas noites mal dormidas causa estresse e aumenta a pressão sanguínea, causando hipertensão no médio prazo. Segundo estudo da Universidade de Montreal, no Canadá, a hipertensão desencadeada por insônia afeta até mesmo os pacientes sem predisposição à doença.

Memória: pessoas que dormem bem absorvem melhor as informações que recebem durante o dia. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Lubeck, na Alemanha, durante as horas de sono ocorre a produção de proteínas responsáveis pelas conexões neurais, fundamentais para o aprendizado e a memória.

Moça dormindo com despertador do lado

Cinco dicas para ter um sono tranquilo

  • Evite gorduras e carboidratos à noite, eles alteram o sono e quanto mais tarde forem ingeridos, maior tende a ser a interferência no padrão do sono.
  • Aromas como lavanda produzem comprovadamente relaxamento na hora de dormir.
  • Não durma com a tv ligada e procure deixar o quarto todo escuro e sem ruído.
  • Diminua a luminosidade da casa 1h antes de dormir, atualmente os celulares já vem com essa função.
  • Ficar de olho no celular com tela muito clara dificulta o início do sono.